Tendências tecnológicas para o ano de 2019

Nesse post a Twist resolveu falar sobre as apostas tecnológicas para o próximo ano, nós como uma empresa de Ciência de Dados não poderíamos deixar passar batido um assunto tão importante como este.

Para começo de conversa precisamos entender que a tecnologia 5G será fundamental para o funcionamento da grande maioria das inovações que iremos citar aqui. Segundo o site “Interesting Engineering” o 5G vai melhorar, ou seja, aumentar a velocidade de processamento de dados em mais de 10 vezes em 2019. Destaques Sendo assim, sigamos para nossa lista. Usamos como referência dois sites: o “Interesting Engineering” e o “Simplilearn”.

Destaques

- Machine Learning e Inteligência Artificial: a IA já é bem conhecida, mas continua sendo uma tendência a ser observada por causa de seus efeitos sobre como vivemos que ainda ainda está em estágio inicial. IA são sistemas de computadores construídos para imitar a inteligência humana e executar tarefas como tomadas de decisão. O Machine Learning é uma parte integrante da IA, e se constitui como uma tecnologia que permite que as máquinas aprendam por conta própria, sem a interferência de nenhum humano. Para saber mais clique aqui pois já falamos mais sobre esses conceitos aqui no blog).  Em 2019 haverá uma convergência de IA, Machine Learning e Deep Learning aplicada aos negócios, o que aumentará a precisão deste último.

- Edge Computing: seria o que podemos chamar de computação de borda, é uma evolução da “internet das coisas” em que os dados deixarão de ser enviados para a “nuvem” como é feito atualmente e passariam a ser enviados para a borda dessa, a nuvem passaria a ser uma neblina. Isso é porque as bordas das “nuvens” serão mais sofisticadas.

Blockchain technology: está relacionada a oferta de segurança em diversos aspectos como as criptomoedas, por exemplo Bitcoins. São dados em que não é possível remover ou alterá-los, apenas adicionar informações a eles, são assim cadeia de dados. E é justamente o fato de não poder alterar os blocos anteriores que nos permite caracterizá-lo como seguro, e é essa maior segurança que é usada para a proteção de dados pessoais e de negócios, assim como ativos e imóveis.   

- Realidade Virtual e Realidade Aumentada: A Realidade Virtual (VR) submerge o usuário em um ambiente, enquanto a Realidade Aumentada (AR) aprimora esse ambiente. Embora o VR tenha sido usado principalmente para jogos até agora, ele também tem sido usado para treinamento, como o VirtualShip, um software de simulação usado para treinar capitães de navios da Marinha, do Exército e da Guarda Costeira dos EUA. O popular Pokemon Go é um exemplo de AR.

Gartner

É uma empresa que realiza pesquisas, é altamente reconhecida no mercado internacional pela elaboração de relatórios em diversos setores de TI. Todo ano em seu Simpósio ela identifica as dez principais tendências tecnológicas estratégicas para o ano seguinte. Como “estratégica” Gartner define as tecnologias que terão um potencial significativo nos próximos cinco anos. Vamos falar aqui especificamente sobre o “Top 3” e citar as demais. A lista foi divulgada no site da revista Forbes.

1- Autonomous Things (Coisas autônomas): o Gartner prevê uma rede colaborativa de coisas inteligentes, graças a inteligência artificial que fornece subsídios para a criação dessas, como robôs, drones e veículos autônomos, que se interagem cada vez mais de uma forma natural com o ambiente e as pessoas.

2-  Augmented Analytics (Análise aumentada): está ligada a inteligência artificial, que pode ser usada para aumentar as capacidades humanas ou automatizá-las. No âmbito da inteligência aumentada, o Gartner coloca a análise aumentada, que é definida como o uso de “machine learning” para transformar como o conteúdo analítico é desenvolvido, consumido e compartilhado. Isso permitirá que as organizações otimizem decisões e ações de todos os funcionários, e não apenas de analistas e cientistas de dados.

3- AI-Driven Development (Desenvolvimento Orientado por IA): à medida que as organizações aproveitem as ferramentas aprimoradas por IA em seu desenvolvimento, maior será a necessidade de ferramentas fáceis de usar que poderão ser aproveitadas por desenvolvedores de aplicativos. Até 2022, a Gartner prevê que 40% dos novos projetos de desenvolvimento de aplicativos incluirão co-desenvolvedores de IA dentro de suas equipes.

As demais tecnologias da lista são: Digital Twins (Gêmeos Digitais), Empowered Edge (Borda Potencializada), Immersive Experience (Experiência Imersiva), Blockchain (Cadeia bloco), Smart Spaces (Espaços Inteligentes), Digital Ethics and Privacy (Ética e privacidade digital) e Quantum Computing (Computação quântica).

E aí curtiu as previsão para o ano de 2019? Tem muita coisa boa vindo por aí, não é? E nós da Twist continuamos aqui no blog e nas redes sociais, fique ligado para mais conteúdos como esse.

Se inscreva na nossa newsletter