5 motivos para a sua empresa investir na transformação digital

Conheça os benefícios reais dos processos de digitalização e entenda por que a transformação digital não é apenas uma moda passageira

 

Diante do crescimento exponencial de dados em ambientes digitais e, principalmente, de todo o seu volume mal aproveitado ou que sequer recebe alguma forma de atenção, a transformação digital surge como uma maneira de reimaginar, reinventar e reestruturar toda a cadeia produtiva de uma organização a partir da melhor utilização possível destas informações.

Uma pesquisa realizada mundialmente pela CIO mostrou que a prioridade de 37% dos CEOs em meio à pandemia da Covid-19 era a implantação de um programa de transformação digital em suas organizações. Além disso, é quase como se ela fosse um mercado com força própria, de tal modo que as previsões mais recentes da International Data Corporation dão conta de um crescimento de pelo menos 23% nos investimentos em digitalização apenas entre 2019 e 2025.

Mas por que há toda essa movimentação em torno da digitalização de empresas? Por que você deveria se convencer de que a transformação digital é a estratégia certa para seu negócio? Qual é o retorno deste investimento?

Para responder a essas e outras perguntas, nós elencamos cinco motivos pelos quais a sua empresa deveria investir em sua digitalização. Acompanhe conosco:

Melhor aproveitamento de recursos

Dados dispersos e desencontrados? Setores dentro de uma mesma empresa incapazes de estabelecer uma comunicação eficiente entre si? Muitas estratégias guiadas por dados se baseiam em coletas e na produção de informações sem um direcionamento claro, impossibilitando que seja identificado e extraído aquilo que há de maior valor neles.

A transformação digital é um dos principais incentivos a uma cultura interna que preza pela governança da informação. Definida pela Gartner como “as especificações e a estrutura de responsabilidade para garantir um comportamento adequado na avaliação, criação, armazenamento, uso, arquivamento e apagamento de informações”, ela ainda impulsiona a centralização das informações de uma empresa em um único ou poucos pontos de fácil acesso.

(Divulgação: freepik.com)

Um levantamento feito pela MuleSoft mostrou que, em 2020, empresas utilizaram, em média, 900 softwares e aplicações para a gestão de seus dados. Destes, apenas 29% promoviam integração com outros, o que não permitia uma experiência facilitada a uma organização como um todo. Torna-se, assim, necessária a abordagem holística da transformação digital: ela não envolve a criação de um novo departamento, mas uma mudança na forma de se enxergar todos aqueles que já existem, conectando-os cada vez mais.

Maior produtividade

Pense em alguns dos aspectos que possam estar atrapalhando a produtividade de seu negócio hoje. Se você lida, de alguma forma, com tecnologia, é bem provável que você tenha pensado no registro e na inserção manual de dados e informações em softwares e aplicações que não são necessariamente adotados em toda a empresa. Também há uma chance de você ter pensado nos constantes gargalos de produção — isto é, em todos os pontos que atrapalham e atrasam suas entregas ao consumidor final.

A boa notícia é que a transformação digital impulsiona melhorias e correções em ambos os aspectos. Muitos dos processos padronizados que hoje dependem da mão de obra e do esforço humano e que tomam a maior parte da rotina podem ser automatizados com o apoio das ferramentas certas, capazes de realizá-las muito mais rapidamente e ainda liberar colaboradores para tarefas que agreguem maior valor.

(Divulgação: freepik.com)

Fora isso, quando uma organização aposta na automatização de seu fluxo de trabalho, ela pode investir no exame aprofundado de seu estado atual de operações, eliminar ruídos e direcionar esforços para onde julgar necessário. O que nos leva ao nosso próximo ponto:

Tomada de decisões estratégicas e bem embasadas

A partir do momento que um negócio tem as ferramentas certas em mãos, aplica as melhores técnicas e passa a aproveitar adequadamente os recursos que estão à sua disposição, tudo se torna mensurável. Da atividade de clientes à produtividade dos funcionários, os mais relevantes dos elementos internos e externos à empresa são analisados lado a lado em tempo real e você pode identificar agilmente os aspectos que merecem maior atenção.

(Divulgação: freepik.com)

O que pode explicar o desempenho mais fraco de um departamento em comparação a outros? Quando seus resultados começaram a cair? Onde eu posso alocar recursos e pessoal de modo mais eficiente? O futuro de sua empresa passa a estar nas mãos dos insights que você se mostra capaz de extrair e da sua tomada de decisões.

Insights mais reveladores de clientes

Após a organização conseguir estruturar e centralizar seus diferentes bancos de dados, a extração de insights sobre sua base de clientes é facilitada a níveis não experimentados anteriormente. As suas ações e estratégias saem do campo do produto e passam a se concentrar no nível do consumidor final, com entregas ágeis, personalizadas e relevantes a ele.

(Divulgação: freepik.com)

Não há limites para o que pode ser analisado: dados estruturados, como informações pessoais e de cadastro, por meio de uma coleta própria, e não-estruturados, normalmente provenientes de mídias sociais, excelentes para a detecção de tendências em tempo real, devem andar lado a lado no fortalecimento de seu negócio.

Melhor experiência do usuário

Aqui, há uma continuidade do item anterior, mas é importante diferenciar ambos. A transformação digital, enquanto processo holístico que é, não atinge só uma etapa da produção, porém tudo que parte da concepção de ideias até a entrega final. Neste sentido, o que um negócio deve priorizar são as respostas a dois questionamentos: como eu posso facilitar a vida do meu cliente e me manter relevante a ele?

Quando há o desenvolvimento de um produto que atenda precisamente aos anseios, desejos e necessidades de parte expressiva de seu público, há também de se imaginar estratégias para atingi-lo. Após ele optar por este produto, você há de contar com a tecnologia para lhe prover todo o apoio e acompanhamento necessários, mesmo depois da aparente conclusão de sua jornada pelo funil de vendas.

(Divulgação: freepik.com)

Faz-se importante, então, destacar a importância da qualidade de dados. Para que haja uma experiência final ainda melhor, é necessário que as bases de seus clientes estejam em dia e reflitam fielmente a realidade, sem deixar escapar nenhum detalhe. Assim sendo, tudo importa: endereço, gênero, idade e atividade são apenas algumas das informações cruciais para o mapeamento de um perfil de consumo preciso.

A jornada do seu consumidor tem que ser, acima de tudo, consistente. Seus sistemas devem ser capazes de identificar os melhores momentos para agir a favor da fidelização de seu público. O que deve ser evitado a todo custo é a perda de credibilidade e confiança. Afinal, o que fazer depois que um de seus clientes não recebe o que esperava?

 

A lista, é claro, pode continuar indefinidamente. Não é fácil cobrir todos os benefícios da transformação digital, um processo que, em uma dinâmica interna de constante inovação, não para de apresentar novidades. A digitalização é um caminho cheio de desafios, tentativas e erros. Contudo, sabemos que não há como uma mudança que impacte ao mesmo tempo os valores, a produção e a cultura corporativa de uma empresa seguir sem falhas da noite para o dia.

Vá além e tome as melhores e mais bem embasadas decisões para sua empresa. Para saber mais sobre como a Twist pode impulsionar a transformação digital de seu negócio, fale conosco! Além disso, não deixe de acompanhar o nosso blog e de assinar a nossa newsletter para continuar tendo acesso ao melhor conteúdo sobre Ciência de Dados, tecnologia e inovação.

Se inscreva na nossa newsletter